Data/Hora: 02 Dez 2020

 
 


Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 27 mensagens ]  Ir para página 1, 2  Próximo
 LONDRES 
Autor Mensagem
Platina
Avatar do Utilizador

Registado: 31 Dez 2011
Mensagens: 65795
Localização: Algures na Serra da Lua
Mensagem LONDRES
Hesitei algum tempo em escrever neste tópico do "Viagens e Turismo cá dentro e lá fora".
Primeiro porque achei que devia reunir toda a minha documentação acerca das viagens que tenho feito de modo a enriquecer cada relato e não ficar só dependente da memória.
E depois porque tenho tido a sorte de viajar com um certo conforto e tal facto, posto por escrito, parece sempre um acto de bravata e, sinceramente, não estou para que me chamem de basófias.

Mas, pensando melhor, e tendo em conta que, como eu, há confrades que viajam bastante ou que desejam fazê-lo, decidi inaugurar o tópico.
Pensei na China, Seychelles, EUA, estâncias de Inverno na Áustria e Suíça, alguns países de África, aventuras em jipes, cruzeiros… mas resolvi começar por algo mais à mão e acessível a vários tipos de bolsas.
Sendo assim, aqui vai o primeiro TD de viagens…

LONDRES: CULTURA E LOUCURA
Ficha técnica:


País: Reino Unido (vão dizer isso aos irlandeses e aos irredutíveis escoceses)
Cidade: Londres
Hora: a mesma que em Portugal
Língua: inglês (embora alguns taxistas e caixeiras pareçam falar um dialecto à parte)
Moeda: Libra
Meio de transporte: avião (tento sempre a TAP)
Aeroporto: Heathrow (tento sempre este que fica mais perto e é mais a meu gosto)
Visto: não é preciso (por enquanto, porque estes ingleses são loucos [como os romanos do Astérix])
Local de estadia: Thistle Marble Arch ou Holiday Inn Mayfair
Preços por noite: c. de 250£/300£ por noite com pequeno-almoço
Meio de transporte na cidade: Metro, autocarro e muito uso aos sapatos. À noite, para jantar ou clubes, o táxi
Refeições: Room service quando estou sozinho; a cadeia Angus durante o dia; e olhadela à Time Out para escolher os restaurantes da moda nas saídas nocturnas acompanhado.

LONDRES: CULTURA E LOUCURA
Dicas de viajante:


Devo começar por dizer que já estive em Londres mais de 40 vezes. E por isso esta cidade, juntamente com Paris, são aquelas onde já tenho os meus cantinhos e as minhas rotinas (que não serão as melhores para um turista que nunca lá esteve).
Por razões profissionais tenho de lá ir, pelo menos, uma vez por ano. Mas por vezes também vou no Verão com namoradas ou mesmo antes do Natal para absorver toda a magia e fazer umas comprinhas.
Por questões meramente patrióticas, costumo voar sempre na TAP (embora o serviço tenha decaído bastante nos últimos anos, sobretudo ao nível das refeições). Não vou indicar preços pois há-os verdadeiramente para todas as bolsas — por vezes, é mais barato apanhar um avião para Londres e regressar do que encher o depósito do automóvel para umas férias no Algarve. Para Londres viajo sempre em classe turística, mas tenho a sorte de me fazerem muitas vezes um upgrade e escolho um voo que não me obrigue a levantar de madrugada mas que também não chegue muito tarde. Deste modo, não chego cansado e ainda tenho tempo de ir medir o pulso à cidade.
Do aeroporto de Heathrow até à cidade apanho sempre táxi (40/50£), embora haja metro. Dependendo do trânsito, demora-se em média 40 minutos.
Costumava ficar no Thistle Marble Arch. Excelente hotel (não sei a classificação), com quartos amplos, bem decorados, muito acolhedores e a aparentar um certo luxo. Com um serviço de quartos impecável, mini-bar, plasma, internet, cama king size e casa de banho mesmo para relaxar. O hotel tem ainda restaurante com um excelente buffet, bar e coffee shop. Fica situado mesmo em Oxford Street (a Avenida da Liberdade lá do sítio mas muito mais estreita), que tem quase três quilómetros de comprimento com lojas porta sim porta sim.
Fico agora no Holiday Inn Mayfair (4 estrelas). Mayfair é considerada uma das zonas chiques de Central London. Mesmo à beira da Piccadilly Street e do centro nevrálgico de Piccadilly Circus, de onde se parte para os teatros, museus, compras e vida nocturna. Os quartos são igualmente bons assim como o room service. E os conciérges são mesmo nossos amigos [bigsmile] .
A partir deste hotel pode-se aproveitar uma das coisas que Londres tem de bom — os parques. O Green Park, quase à saída do hotel, leva-nos por gigantescos relvados (onde os ingleses consomem todos os raios de sol disponíveis de papo para o ar) e enormes e velhas árvores que nos guiam até aos portões do Palácio de Buckingham (e já sabem, bandeira hasteada, rainha em casa!). vale a pena ver o espectáculo que é o render da guarda. E depois podemos apanhar o St. James Park que nos leva até ao famoso Big Ben, ao Parlamento e a Westminster (onde casam os reis e rainhas - para quem se interessa por essas coisas!).
Outra das coisas que Londres tem de bom são os museus de qualidade superior. E bem perto do hotel temos a Royal Academy of Arts. Quando tenho tempo, costumo visitar a National Gallery e uma das Tates. Como são museus que conheço bem, dou particular atenção às exposições temporárias que em Londres, quanto a mim, são das melhores do mundo. Verdadeiros acontecimentos culturais que dificilmente se repetem na vida. Já vi uma temporária de Rembrandt, uma temporária dos Românticos, uma temporária dos Maias, uma temporária da Agatha Christie and so on and so on…
E depois há as compras. Neste hotel dedico especial atenção à Regent Street, alguns troços da Oxford Street, uma ou outra loja de Bentleys parados à porta na Bond Street e ainda mais uma ou outra loja em ruas secundárias que saciam a os meus hobbies. Mas a Regent Street é a minha favorita — desde o Hamleys ("a maior e mais divertida loja de brinquedos do mundo") até à mega store da Burberry, só lhe falta actualmente dois tipos de lojas que são a minha perdição: livrarias e lojas de dvdarias. E atenção: é fácil gastar dinheiro em compras em Londres e também é fácil ter de pagar excesso de peso na bagagem.
Londres é um mundo (ou, pelo menos, um país — até tem o mesmo número de habitantes que tem Portugal) e muito mais poderia ser dito, mas para primeiro TD e para uma viagem de três/quatro dias acho que é o suficiente.
Apenas uma nota final para dizer-vos que vale a pena ir a um espectáculo nocturno, seja ele um musical, uma peça de teatro ou daquelas loucuras que os ingleses arranjam estilo "Siga os passos de Jack o Estripador pelos becos e vielas escuras do West End…"

LONDRES: CULTURA E LOUCURA
Aventuras de um G Man:


Um G Man tem em Londres o seu elemento natural. A cidade dos cavalheiros vitorianos, continua sexista e a defender virulentamente os seus gentlemen's clubs.
Há uns dois anos, tinha acabado de sair do hotel para uma reunião vestido com o meu melhor fatinho (pormenor importante) e aparecem-me pela frente três calmeironas vestidas com um macacão colante, preto e de decote até ao umbigo (deviam estar 8 graus). Lindas de morrer, bem penteadas e maquilhadas. Uma delas barra-me o caminho e afirma: Sir, you're a gentleman! I'll be waiting for you later on! E passa-me para a mão um cartão negro, gravado a prata e que diz THE MAYFAIR CLUB, SILVER MEMBER. Sorri e prossegui o meu caminho. Mais à frente, intrigado, olho para trás e vejo as "piquenas" no meio do passeio a conversarem umas com as outras e sem distribuírem cartões. Volto atrás e pergunto do que é que se trata a um dos gorilões que as protegiam. Disse-me que o patrão, naquele dia, tinha escolhido as meninas de maior confiança para irem seleccionar potenciais clientes para a rua, acreditando que elas só escolhessem os melhores (leia-se, com mais dinheiro para gastar). E à noite lá fui, sozinho, ao clube para cavalheiros. O cartão deu-me direito a entrar sem quaisquer perguntas e como se fosse cliente habitual e deu-me direito a poupar 80£ por uma mesa. É que neste clube qualquer um pode ficar em pé ou no bar a beber um copo de água, mas se se quer sentar paga um mínimo de 80£ por garrafa. E depois assiste-se a dança no varão a lap dance (20£) ou a uma dança mais privada (50£). Devo dizer que esta não é nada a minha onda. Mas até foi divertido pois a minha mecenas reconheceu-me e veio dançar para mim (grátis). Claro que lhe ofereci uma bebida e claro que paguei uma lap dance mais especial. E depois, acho eu. saiu-me a sorte grande… com pouca conversa, lá falei que era português e ela disse que conhecia o Algarve e só tive de aguentar calminho até às 4a.m. e fomos passar o resto da noite e grande parte da manhã no meu hotel… puro prazer, no business at all!
De outra vez, no Thistle, fui abordado à entrada de um elevador por duas negras, bem ao estilo do Confrade Dicksteel. Perguntam-me se quero fazer uma festinha. Digo que não muito obrigado, e passam-me um cartão para as mãos que diz simplesmente "Massagista, telefone: XXXXX". Fui cismar para o quarto e passados 10 minutos estava a telefonar. Combinamos as condições. Pede-me o número do quarto, sobe e abre um saco de onde tira ou whisky ou vodka (já não me lembro). Dois shots para cada um e roupa fora. Depois de uns amassos diz-me que a amiga está à espera dela, sozinha e se a pode mandar subir para se juntar a nós e que eu não tenho de pagar mais nada. Siga para bingo!!! Foi um menage a trois inesquecível e sem tempo definido. Acho que se tivesse deixado, elas até tinham dormido lá.
Em discotecas, as mulheres são muito mais abertas que em Portugal. Se alguma crava os olhos em nós, a mensagem foi enviada. Não há que ter medo, retribui-se-lhes o olhar, aproxima-mo-nos e se for sexta à noite é quase garantido que vamos acordar com companhia ou perceber que ela saiu de mansinho durante a madrugada.
E depois há as GPs… mas se quiserem ler TDs de Londres vão ao tópico apropriado, procurem pela Daniela e pela Donatella que eu já estou farto de escrever.

BOA VIAGEM! SEJAM FELIZES!

_________________
Verdadeiramente rico é aquele que tem mais sonhos na sua alma do que aqueles que a realidade consegue destruir.

06 Fev 2013
Perfil

 
 
Aprendiz

Registado: 19 Abr 2012
Mensagens: 5265
Localização: Nelas
Positivos
9
Neutros
1
Negativos
1



TD's nos últs 90 dias: 0 - Voyeur
Mensagem Re: LONDRES
Gentlemen sem duvida um relato muito completo o que desde já te felicito. Eu tambem já viajei alguma coisita mas para mim as terras de Vera Cruz enchem-me totalmente as medidas, sol, agua quente, palmeiras, praias belissimas a perder de vista, e os "monumentos de duas patas" para abrilhantar o quadro. Tambem tens os jeeps, as picadas, só falta a neve mas enfim não se pode ter tudo!!!

06 Fev 2013
Perfil
Platina
Avatar do Utilizador

Registado: 31 Dez 2011
Mensagens: 65795
Localização: Algures na Serra da Lua
Mensagem Re: LONDRES
Caro Vicente58, o relato até nem é muito completo. Muito mais há a dizer acerca de Londres. Mas pelo menos abriu-se o tópico que pode ser agora completado pelas experiências de outros confrades.

Tenho o meu quinhão de viagens mas, infelizmente, nunca coloquei os pés em Terras de Vera Cruz. Mas olha, aí está um bom motivo para abrires um tópico aqui no "Viagens".

Um abraço
:smt023

_________________
Verdadeiramente rico é aquele que tem mais sonhos na sua alma do que aqueles que a realidade consegue destruir.

07 Fev 2013
Perfil
Prata
Avatar do Utilizador

Registado: 05 Ago 2008
Mensagens: 1412
Positivos
3
Neutros
1
Negativos
1



TD's nos últs 90 dias: 0 - Voyeur
Mensagem Re: LONDRES
Grande tópico Gentle man


Para quem gosta de cidades ele há três que eu sei que são fundamentais conhecer (Londres Nova York e Rio de Janeiro), e ele há mais duas que imagino que entrem nesta Ivy League das cidades, que são a Cidade do Cabo e Xangai.
Mas agora
é Londres, pois muito bem, Londres será!

O meu encanto imaginário sobre Londres começou ainda nos findos da década de 70 do século passado. Era ali que nasciam as correntes musicais, completamente alternativas na altura que eu tanto gostava. Mas foi só nos inícios dos anos 80 que eu lá pus pés pela primeira vez, e foi o passanço total, Carnaby Street a mais as suas lojas, Covent Garden com os seus espetáculos de rua, a loja do His master’s voice, mas principalmente o que me cativou foi a noção de que estava no centro do mundo. Ali tudo podia acontecer, ali existia tudo.

Durante estes 30 anos voltei lá algumas vezes, de tal modo que se criou em mim a muito agradável sensação de, embora estar claramente no estrangeiro, me sentir confortável, quase em casa.

Em cidades que não conheço, costumo fazer um daqueles tour’s de autocarro do estilo site seeing. , em que de uma assentada vemos os principais locais turísticos, neste caso, tipo a Torre de Londres, as casas do parlamento, o big ben , e por aí adiante. Saio onde tenho curiosidade, vejo e volto a entrar no autocarro.

Para se estar alojado num sítio que permita aceder facilmente a todo o lado, basta ver se o hotel/apartamento/bed & breakfest fica dentro da segunda coroa do metropolitano e se tem estação perto. O metro é caro que se farta, convém tirar um passe dos dias que se vai lá estar, mas depois vamos a todo o lado, mas é que é mesmo a todo o lado.

Ele há coisas em Londres que não falho! A ida à National Gallery ver o desenho do Da Vinci e os girassóis do Van Gog, ir a Portobello Road ao mercado de antiguidades e velharias, beber um chá, esta rotina apanhei-a já mais tarde, nos armazéns Harvey Nichols em Knightsbridge e fazer a animadíssima King’s Road até à Designers Guild. Isto é o obrigatório para mim.

Se se quiser fazer compras, Londres não é uma cidade propriamente barata, nem nisto nem em nada valha a verdade, mas, em havendo dinheiro temos tudo. As melhores lojas de roupa, os armazéns, as galerias de arte, as várias feiras que, principalmente de quinta a domingo, enchem as ruas desta cidade a Bond Street a Oxford Street, a King’s Road , ela há de tudo, e para todos os gostos. Se alguém fizer coleção de dedais de porcelana de certeza que encontra várias lojas onde só se venda disto. Londres é mesmo um paraíso para quem goste de fazer compras.

Se se quiser ver Museus e exposições, está-se, se não no melhor, de certeza num dos 3 melhores sítios do mundo para isso. Os museus são mais que muitos e deve-se escolher aquilo que se quer ver, porque não dá para ver todos, mas ele há alguns que merecem o meu destaque: a National Gallery, para quem gosta de pintura até ao modernismo, se se quiser ver coisas mais recentes de arte, é fundamental ir à New Tate, o sitio é bestial a coleção permanente é de cair, e são muito boa as exposições temporárias, e depois basta atravessarem a ponte pedonal e estão em St Paul, que é a segunda maior igreja ( a seguir à de S. Pedro no Vaticano) do mundo, e o British Museum. Estes três são topo em qualquer lado, e em tirando as exposições temporárias, a visita às coleções permanentes é gratuita.

Actualmente existem em londres restaurantes fantásticos, mas esses não estão acessíveis a serem visitados numa base diária. Além de milhentos restaurantes de fast food, existem imensos restaurantes étnicos, então se estiverem em Queensway têm uma miríade deles, vietnamitas, chineses, tailandeses, libaneses, o que se quiser.

Mas o que eu gosto mesmo de fazer em Londres é passear, passear mesmo muito, e aquilo pede para ser passeado, é plano, é uma verdadeira cidade cosmopolita, existem bairros africanos, zonas indianas, zonas das caraíbas, a arquitetura é de se ficar com a boca a banda, os parques e jardins são divertidos e arranjados, e os cafés têm um aspecto agradável e acolhedor, neste ponto sugiro uma visita ao Soho, ali mesmo ao lado de Picadilly, mesmo sendo um bairro gay friendly, aquilo é divertido e descontraído que se farta.

Portantos, meninas e meninos, façam economias, comprem um voo ou para heathrow ou gatwick , nunca para mais nenhum, levem roupa quentinha e impermeável, sapatos confortáveis, e gozem uma cidade do caraças.

07 Fev 2013
Perfil
Prata
Avatar do Utilizador

Registado: 30 Dez 2008
Mensagens: 989
Positivos
1



TD's nos últs 90 dias: 1 - Andando / Cuscando / Sonegando
Mensagem Re: LONDRES
Ah foda-se, TPS!!! Agora provocaste-me um arrepio na espinha com essa excelente descrição!!! Que saudades me deu de Londres!!! Um dia hei de lá vontade, com certeza... mas agora ando a juntar patacas para ir aos States ou à Asia, que a Europa já começa a ficar toda batida por mim [bigsmile].

_________________
Com a tinta que pinto a Sofia, pinto a Leonor e também pinto a Maria com tinta da mesma cor.

07 Fev 2013
Perfil
Platina
Avatar do Utilizador

Registado: 31 Dez 2011
Mensagens: 65795
Localização: Algures na Serra da Lua
Mensagem Re: LONDRES
Caro Confrade TPS,

Excelente descrição de Londres e dos seus principais pulsares.

Das três cidades de que fala, tenho a sorte de conhecer Londres e Nova Iorque. A estas juntaria Paris (com uma boa companhia) e Hong Kong e Tóquio para experiências a raiar o surrealismo ou os animés mais futuristas.

As minhas primeiras idas a Londres foram nos finais dos anos 70 e começo dos 80, ainda miúdo, e o encanto dessa altura resumia-se ao Museu de História Natural (com o seu esqueleto de dinossauro a espicaçar logo à entrada o imaginário de qualquer criança), ao Hamley's e aos seus vários andares repletos de brinquedos que não existiam em Portugal e à travessia do Canal da Mancha em Ferry ou em gigantescos Hovercrafts, de Pas de Calais para as "brancas colinas" de Dover. Nessa altura íamos de carro…
Depois, no começo dos anos 90 comecei a ser mais independente e a levar namoradas para fugas de fim-de-semana ou de semana completa. Foi então que me perdi em Oxford Street e Regent Street e que lutei ingloriamente para travar o ímpeto consumista das minhas amigas. E eu próprio, ainda hoje me perco na HMV e numas quantas livrarias de eleição.

Também para mim há as coisas sagradas nas minhas cidades de eleição. Em Londres, o Confrade e eu temos algumas "coisas a não falhar" em comum: a ida à National Gallery (sobretudo às exposições temporárias no edifício novo, também em Trafalgar Square) e o chá que tomo uma vez no Ritz em Mayfair e mesmo em frente do meu hotel, e no Méridien que fica em Piccadilly Street quase em Piccadilly Circus. E depois gosto de ir ao imaginário 221B de Baker Street visitar os aposentos de Sherlock Holmes e do Dr. Watson. Também é obrigatório passear num parque — já falei no Green Park e no St. James Park, mas também gosto particularmente do final do Hyde Park, onde ficam os Kensington Gardens (acho piada ver esquilos loucos à solta numa cidade de 10 milhões de habitantes). E gosto de sentir espalhado pela cidade o amor que uma rainha (Vitória) teve pelo seu rei (Alberto) que se traduz em monumentos, casas de espectáculos (Royal Albert Hall, onde me falta assistir ao concerto de fecho dos Promenade) e museus.
E depois, quando tenho mais tempo, apanho um barco para Greenwich onde visitava o Cutty Sark, o Museu da Marinha e o promontório com o Observatório Real e a linha imaginária que traça efectivamente no chão o meridiano de Greenwich (pelo qual se mede a longitude e se definem os fusos horários).

Londres é um mundo e haverá sempre mais alguma coisa a dizer…
:smt023

_________________
Verdadeiramente rico é aquele que tem mais sonhos na sua alma do que aqueles que a realidade consegue destruir.

08 Fev 2013
Perfil
Prata
Avatar do Utilizador

Registado: 01 Nov 2008
Mensagens: 869
Localização: Lisboa
Positivos
7
Neutros
2
Negativos
1



TD's nos últs 90 dias: 0 - Voyeur
Mensagem Re: LONDRES
London by Gentle Man

Muito bom Gentle Man este guia da maravilhosa Londres =D> =D> =D>

The Secret London by Gentle Man

Aguardamos aqui mais umas boas histórias suas pelo mundo das intimidades e histórias vividas por si pelos becos escuros de Londres do modo que só você sabe relatar [bigsmile]

_________________
O doce e inquestionável vicio do sexo...

08 Fev 2013
Perfil
Platina
Avatar do Utilizador

Registado: 31 Dez 2011
Mensagens: 65795
Localização: Algures na Serra da Lua
Mensagem Re: LONDRES
Caro DKNY, eu limitei-me a dar o pontapé de saída e tive "réplica" de alto nível do Confrade TPS. Agora são precisas outras vozes, outros registos, outras experiências.
É só arranjar um pouco mais de tempo e vai novo tópico com nova cidade.
:smt023

_________________
Verdadeiramente rico é aquele que tem mais sonhos na sua alma do que aqueles que a realidade consegue destruir.

08 Fev 2013
Perfil
Prata
Avatar do Utilizador

Registado: 01 Nov 2008
Mensagens: 869
Localização: Lisboa
Positivos
7
Neutros
2
Negativos
1



TD's nos últs 90 dias: 0 - Voyeur
Mensagem Re: LONDRES
Estou a tentar espremer um pouco mais a laranja...pois fiquei com a sensação que o Gentle Man....tem aí mais qualquer coisinha para contar!?!??! [bigsmile]

_________________
O doce e inquestionável vicio do sexo...

08 Fev 2013
Perfil
Platina
Avatar do Utilizador

Registado: 31 Dez 2011
Mensagens: 65795
Localização: Algures na Serra da Lua
Mensagem Re: LONDRES
Caro DKNY, mais de 40 viagens a Londres dão para muita conversa- Mas prefiro agora ler experiências de outros confrades.
:smt023

_________________
Verdadeiramente rico é aquele que tem mais sonhos na sua alma do que aqueles que a realidade consegue destruir.

08 Fev 2013
Perfil
Prata
Avatar do Utilizador

Registado: 05 Ago 2008
Mensagens: 1412
Positivos
3
Neutros
1
Negativos
1



TD's nos últs 90 dias: 0 - Voyeur
Mensagem Re: LONDRES
PekadoMortal Escreveu:
mas agora ando a juntar patacas para ir aos States ou à Asia, que a Europa já começa a ficar toda batida por mim [bigsmile].


Parece um prepósito de valor :smt023

gentle man Escreveu:
Mas prefiro agora ler experiências de outros confrades.
:smt023


Adorei a referência a Calais! Eu só lhe acrescentaria um detalhe;em noite de tempestade atravessar o Canal é uma experiência do estilo tirem-me daqui. O que eu sofri numa das travessias.

Mas ele há um percurso engraçado em Londres, que não falei, não sei se o Gentle man conhece? Que é, ao domingo, ir de barco desde litle venice até camden. A viagem é divertida, que isto de em Londres se ver palácios com ancoradouro, é no minímo surpreendente, e depois é chegar à feira de camden e passear. Giro que se farta!

08 Fev 2013
Perfil
Administrador
Avatar do Utilizador

Registado: 15 Nov 2006
Mensagens: 11541
Mensagem Re: LONDRES
Ainda era um jovem quando visitei Londres...

Ficou-me na memoria, o Tamisa, a Torre de Londres, Trafalgar Square com a estátua do Nelson, Picadilly Circus, o Big Ben, os edifícios do Parlamento, o museu da cera da Madame Tussaud, Oxford Street com aquelas lojas que na época tinham tudo que a nossa imaginação não ousaria imaginar, o primeiro frango numa loja Kentuky Fried Chicken, os táxis estranhos com portas abrindo ao contrario e volantes a condizer, os autocarros de dois andares, a primeira viajem de avião que fiz e que estremecia por todo lado as asas pareciam as de um pássaro abanando e eu pensando que se iriam partir e o avião cair (as outras posteriores foram normais) e a má memoria do motivo porque lá fui de todas essas vezes (nunca mais retornei lá já faz uns 35 anos), pena porque é uma belíssima cidade, ideal para um fim de semana diferente, e estará hoje ainda melhor concerteza.

Radar 8) 8) 8)

_________________
...ايام ليأخذ كل شيء

08 Fev 2013
Perfil
Platina
Avatar do Utilizador

Registado: 31 Dez 2011
Mensagens: 65795
Localização: Algures na Serra da Lua
Mensagem Re: LONDRES
tamanhoparasenhoras Escreveu:
gentle man Escreveu:
Mas prefiro agora ler experiências de outros confrades.
:smt023


Adorei a referência a Calais! Eu só lhe acrescentaria um detalhe;em noite de tempestade atravessar o Canal é uma experiência do estilo tirem-me daqui. O que eu sofri numa das travessias.

Mas ele há um percurso engraçado em Londres, que não falei, não sei se o Gentle man conhece? Que é, ao domingo, ir de barco desde litle venice até camden. A viagem é divertida, que isto de em Londres se ver palácios com ancoradouro, é no minímo surpreendente, e depois é chegar à feira de camden e passear. Giro que se farta!


Nunca atravessei o Canal à noite. Mas tenho umas fotos tiradas no deck de um ferry num dia em que o vento era tanto que o meu corpo está inclinado 30 graus e não caí.

Quanto ao percurso de barco de Little Venice a Camden, infelizmente nunca o fiz. O que fiz foi apanhar um autocarro que nos levou aos arredores de Londres para visitar uma daquelas igrejas típicas com o jardim de lajes tumulares à entrada, depois apanhava-se um barco que seguia pelo Tamisa e se perdia naquele emaranhado de canais onde pude ver, pela primeira vez, como é viver virado para o rio: famílias à beira de água a "picnicar", miúdos a aprenderem a velejar, famílias a viverem em barcos, enfim, outro mundo. A refeição foi no barco e foi atroz… fiquei o resto do dia a morrer de fome! Mas tudo foi mais que compensado por todo o passeio e pela chegada ao Castelo de Windsor (com visita).

_________________
Verdadeiramente rico é aquele que tem mais sonhos na sua alma do que aqueles que a realidade consegue destruir.

09 Fev 2013
Perfil
Platina
Avatar do Utilizador

Registado: 31 Dez 2011
Mensagens: 65795
Localização: Algures na Serra da Lua
Mensagem Re: LONDRES
Radar Escreveu:
Ainda era um jovem quando visitei Londres...

Ficou-me na memoria, o Tamisa, a Torre de Londres, Trafalgar Square com a estátua do Nelson, Picadilly Circus, o Big Ben, os edifícios do Parlamento, o museu da cera da Madame Tussaud, Oxford Street com aquelas lojas que na época tinham tudo que a nossa imaginação não ousaria imaginar, o primeiro frango numa loja Kentuky Fried Chicken, os táxis estranhos com portas abrindo ao contrario e volantes a condizer, os autocarros de dois andares, a primeira viajem de avião que fiz e que estremecia por todo lado as asas pareciam as de um pássaro abanando e eu pensando que se iriam partir e o avião cair (as outras posteriores foram normais) e a má memoria do motivo porque lá fui de todas essas vezes (nunca mais retornei lá já faz uns 35 anos), pena porque é uma belíssima cidade, ideal para um fim de semana diferente, e estará hoje ainda melhor concerteza.

Radar 8) 8) 8)


Caro Radar, a cidade está na mesma… a cidade está melhor!
Na mesma porque parece perene… melhor em termos de serviços e de ofertas culturais e lúdicas… [bigsmile] Se possível, talvez esteja na altura de lá voltar.

O seu texto falou de duas coisas que também me dão um certo gozo: andar naqueles táxis tão diferentes e espaçosos, onde estamos verdadeiramente separados do taxista e onde às vezes até acontecem coisas engraçadas nos banco de trás. E andar nos autocarros encarnados de dois andares — vou sempre para o andar de cima e tento apanhar os assentos mais à frente, qual puto deslumbrado com não sei o quê! Ainda me lembro quando Lisboa tinha os autocarros londrinos de dois andares pintados de verde… eram bem giros e, só por si, davam um certo ar à cidade.
:smt023

_________________
Verdadeiramente rico é aquele que tem mais sonhos na sua alma do que aqueles que a realidade consegue destruir.

09 Fev 2013
Perfil
Ouro
Avatar do Utilizador

Registado: 08 Jan 2011
Mensagens: 8709
Positivos
61
Neutros
7
Negativos
4



TD's nos últs 90 dias: 0 - Voyeur
Mensagem Re: LONDRES
Confrade GM

=D> =D> =D>


Em minha opinião para visitar Londres e bater os locais mais interessantes, são necessários no mínimo 3 a 4 dias.

A melhor altura do ano julgo que Abril e Maio. Indispensável bom calçado e impermeável. Importante "travel road map".

Em relação ás "damas", e à semelhança de outras grandes metrópoles ocidentais tem tudo, mesmo tudo, mas com preços "superlativos".

Já fui 5 vezes a Londres, e pelas descrições do TPS, tenho ainda muito para ver.

Porque viajar e descobrir é uma faceta importante do verbo viver, se puderem não faltem.


Cumprimentos :smt023

_________________
a sorte dá muito trabalho

10 Fev 2013
Perfil
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 27 mensagens ]  Ir para página 1, 2  Próximo


Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 5 visitantes


Criar Tópicos: Proibído
Responder Tópicos: Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Apagar Mensagens: Proibído
Enviar anexos: Proibído

Ir para:  


 

Powered by phpBB © phpBB Group.
Designed by Vjacheslav Trushkin for Free Forums/DivisionCore.
Traduzido por phpBB Portugal